O golpista oferece dinheiro afirmando que as fotos são para um site de fora do Brasil; Pelo menos uma vítima já caiu no golpe.

Os casos de hackers que invadem contas em rede social e utilizam as páginas para diversas finalidades, desde conseguir retornos financeiros até enganar pessoas com ofertas incríveis em troca de itens que provoquem satisfação própria, como o envio de fotos e vídeos íntimos que, muitas vezes, são usados de forma maldosa, para ameaças ou desmoralização no meio social por meio da propagação dessas imagens, estão cada dia aumentando e, em sentido contrário, diminuindo os cuidados para não cair nesse novo conto do paco.

E mais um caso deste aconteceu com um itaitubense, sendo vítima a jovem Hemilly de Sá Silva, de 17 anos, modelo fotográfica que posa para algumas lojas virtuais, teve sua página do Facebook e Instagram hackeadas há alguns meses. O responsável ainda não identificado, já fez diversas vítimas e, segundo Hemilly, a pessoa que tem acesso à sua conta tem entrado em contato com suas amigas e solicitado fotos nuas destas em troca do pagamento de R$ 1.800,00, afirmando que seria para um site de fora do Brasil.
“Minhas redes sociais antigas foram todas rackeadas e eu não faço ideia de quem está usando agora. Estão se passando por mim, pedindo fotos nuas e em troca eles dão R$ 1.800,00”, disse a jovem.

Com a intenção de fazer a vítima acreditar nas informações repassadas, o golpista está passando-se por Hemilly; afirma que também já teria realizado alguns trabalhos para essa empresa e enviado fotos para serem divulgadas. Dessa forma, já houve meninas que acreditaram no golpista e enviaram fotos e vídeos íntimos. Em posse de fotos íntimas, o golpista chega a fazer ameaças às vítimas. A própria jovem que teve suas contas hackeadas também já chegou a ser ameaçada pela vítima, como mostra o print abaixo.
Diante dos incontáveis casos de itaitubenses que já tiveram contas sociais hackeadas, principalmente o Whatsapp, o blog nortonsussuarana, compilou sete informações do sítio Techtudo que você nunca deve compartilhar na Internet; fotos, números de telefone e fotos de documentos podem ser tudo o que um hacker precisa para aplicar um golpe.

Então, é redobrar os cuidados!

A Internet é o último lugar onde se deve compartilhar informações muito pessoais. Entre as razões para isso, está a prevenção de golpes que visam invadir contas online e roubar dinheiro da vítima, além da preservação da privacidade contra o abuso de empresas que exploram dados comercialmente. Em alguns casos, uma simples foto publicada nas redes sociais pode servir para desvendar os hábitos de uma família e torná-la alvo de golpes. Na lista a seguir, confira oito tipos de informações que nunca devem ser tornadas públicas na web.


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem