Na ultima terça-feira (03/12/2019), Por Volta das 15:30hrs, a Polícia Civil do Estado do Pará, em uma ação conjunta da Superintendência Regional do Xingu, Seccional Urbana de Altamira e Delegacia de Homicídios de Altamira, localizaram o corpo da Vítima identificado como Flávio Barbosa Costa, no travessão Cajueiro, Região do Assurini Zona Rural de Altamira.

Segundo as informações da Polícia a Vítima foi executado pelo seu enteado Adriano Oliveira da Silva, que foi preso na última Quinta-feira (28/11/2019), após Uma operação realizada pela Delegacia de Homicídios de Altamira, tendo em seu desfavor 02 (dois) mandados de prisão preventiva e era procurado desde a série de homicídios praticados no mês de setembro.

O desaparecimento de (Flávio), foi noticiado a Polícia Civil no início do mês de outubro deste Ano, onde os familiares buscarem teriam buscado ajuda policial, os mesmos apresentavam-se temerosos, uma vez que o comentário na localidade é que a vítima teria sido executado e seu corpo ocultado ou seja enterrado.

As informações preliminares é que o autor do crime seria o enteado da vítima, ocasião em que foi realizada diligência ao local, em busca do corpo e do autor do crime, porém sem êxito.

Após a captura de (Adriano), durante sua qualificação e interrogatório, o mesmo teria confessado a autoria do Crime porque sua Mãe Sofria Violência Doméstica de Flávio e afirmou ter executado e enterrado o cadáver do Padrasto, ele também teria se disponibilizado a mostrar o local em que teria ocultado o cadáver.

A Equipe de Polícias realizou diligência ao Travessão Cajueiro, Zona rural, que fica a cerca de 100 Km do Porto da Balsa do Assurini, onde o corpo da vítima foi encontrado em uma ilha, próxima à residência da genitora de (Adriano), já em avançado estado de decomposição.

Ainda de acordo com as informações da Polícia Civil, Adriano é envolvido e investigado em outros Cincos crimes de homicídios, sendo considerada sua prisão importantíssima e as investigações seguirão para desvendar outros Possíveis Crimes.

Fonte: (Resumo da informação e texto Carlos Calaça com informações da Polícia Civil de Altamira).

Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem