(Sgt. Façanha; Milena e a voadeira que afundou)

Um ato que está sendo considerado de heroísmo, foi registrado na região garimpeira, do município de Jacareacanga, no sudoeste do estado. Entre as comunidades de Crepurizão e Cabaçal, no Rio Marupá, em um trecho conhecido por “Carretilha”. Quando o 1º Sargento da Policia Militar do Pará, lotado no PPD/111/Cabaçal, pertencente ao 15ºBPM; Milton Façanha da Costa Junior, arriscou sua própria vida para salvar uma jovem de 20 anos que estava se afogando. 
(SGT/PM-PA; Façanha - Foto: Junior Ribeiro)

Segundo o SGT/PM-PA; Façanha, de 49 anos, natural de Santarém – PA, há 28 anos na Policia Militar do Pará, a ocorrência foi registrada no dia, 07/05/21, por volta das 12h:00, quando estava de folga, e retornava em uma pequena embarcação, (voadeira), para a comunidade de Cabaçal, onde trabalha já um ano e seis meses como comandante do PPD/111. 

Na embarcação estava o militar, a jovem Milena Iasmary Alves Queiroz, de 20 anos, e o piloto da embarcação, e, ao passar por um trecho conhecido por “Carretilha”, a embarcação virou, Milena, que não sabia nadar, começou a se afogar, e segurou com muita força no pescoço do sargento, que também sentia dificuldades para nadar, quase se afogando conseguiu segurar em um carote que estava boiando próximo, deu para Milena se segurar, deixou a mesma em segurança, e nadou até a margem do rio, para pedir ajuda, gritou e recebeu apoio de Genival Lima Sousa, que passava pelo local, os dois retiraram Milena d’água, que estava se afogando, e também estava desfalecida, e após procedimentos de massagem cardíaca feitos pelo sargento, a mesma retornou, e agradeceu ao militar e ao colega pelo salvamento.
Em conversa com uma amiga Milena disse, “Aí, Deus colocou aquele policial no lugar certo, na hora certa. Que eu vou falar assim, quando eu vi aquela canoa alagando, véio, eu não parava de pensar na minha filha, eu não parava de pensar na minha mãe. É, e mais cê tá louco, Só Deus pra saber o que que eu passei”; “Pois é, foi o sargento Façanha que me tirou, que me salvou, né. Porque se aquele homem não pega, aquele tambor pra me segurar, véi, eu não ia conseguir descer o tanto que eu desci, entendeu?”.
O ato de heroísmo do sargento Façanha, foi reconhecido pela comunidade, através do presidente o senhor Paulo Borges da Silva, que enviou uma nota de agradecimento ao militar pelo. Façanha, foi bastante elogiado pelos colegas e pelos comandantes do CPR-X Cel. Pedro Paulo e 15ºBPM; Major Campos. 

Fonte: Junior Ribeiro/Itaituba-PA 


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

CASA DOS PADRÕES E ENERGIA SOLAR:

Está pagando talão de energia com valores exorbitantes? Quer pagar só a taxa mínima?Entre em contato com nossa equipe que está esperando para lhe atender.- Loja: (93) 99241-1288 – - Setor Técnico: (93) 99193-1288. - E-mail: casadospadroes.stm@gmail.com - Site: https://www.casadospadroes.com.br/energia-solar - https://www.instagram.com/casadospadroes.energiasolar/