Na manhã desta quarta-feira, 16, a Polícia Militar apreendeu uma adolecente, de 16 anos, acusada de atrair o bombeiro militar Allan Tadeu Neco Vieira, de 26 anos, para ser executado em um cemitério clandestino, no conjunto Maguari-Açú, no bairro Floresta Park, no município de Ananindeua. Segundo informações preliminares, a menina teria um relacionamento amoroso com o bombeiro e ao mesmo tempo namorava com um chefe de uma facção criminosa, que teria armado a emboscada para a execução do militar. Segundo informações de Policiais militares, Allan Tadeu foi sequestrado e executado para que criminosos ficassem com a arma que ele possuía. A PM confirmou ainda, que segue as buscas aos demais participantes da execução.  A jovem está prestando depoimento na Divisão de Homicídios da Polícia Civil e sendo ouvida pelo delegado titular Cláudio Galeno desde as 10:30h da manhã. 
Relembre o caso: Allan Tadeu Neco Vieira, de 26 anos, desapareceu no sábado,5 de junho , após sair para beber em um bar no município de Ananindeua. O soldado morava sozinho, em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém. O sumiço do militar foi percebido quando Allan não compareceu ao serviço na Seção Contra Incêndio do Aeroporto Internacional de Belém, algo que não é habitual.  De acordo com a irmã do soldado, o jovem saiu na noite de sexta-feira, 4, para um bar, em Ananindeua. O último contato feito com Allan Tadeu foi às 0h24 de sábado, quando o soldado encaminhou um vídeo para um grupo que estava no Black Pub, na Cidade Nova. 

Na tarde desta sexta-feira, 11, um cemitério clandestino foi encontrado por agentes do Corpo de Bombeiros, que realizavam buscas pelo corpo do colega Alan Tadeu Neco Vieiro. No local, pelo menos mais quatro corpos estavam enterrados, incluindo o de Alan, desaparecido desde o último fim de semana. Um dos corpos estava amarrado com uma corda indicando sinais de tortura. Há ainda a suspeita de que em uma das covas esteja enterrado um casal. Segundo informações da Polícia Militar, o local é uma área de mata próxima da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB), no conjunto Maguari-Açú, no bairro Floresta Park, em Ananindeua. A PM e agentes do Instituto Médico Legal (IML) estão no local. As buscas na área começaram após denúncia anônima e as autoridades acreditam que mais corpos estejam enterrados no local. 

Fonte: https://www.romanews.com.br/

 


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

CASA DOS PADRÕES E ENERGIA SOLAR:

Está pagando talão de energia com valores exorbitantes? Quer pagar só a taxa mínima?Entre em contato com nossa equipe que está esperando para lhe atender.- Loja: (93) 99241-1288 – - Setor Técnico: (93) 99193-1288. - E-mail: casadospadroes.stm@gmail.com - Site: https://www.casadospadroes.com.br/energia-solar - https://www.instagram.com/casadospadroes.energiasolar/