O Governo Federal iniciou a nova modalidade da Operação Guardiões do Bioma com foco no combate ao desmatamento ilegal nos estados do Amazonas, Pará, Mato Grosso e Rondônia.  A ação inédita é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública com a participação do Ministério do Meio Ambiente e do Ministério da Defesa. O Governo Federal vai investir R$ 170 milhões na Operação. 

A Operação visa reduzir o desmatamento ilegal na Amazônia por meio de ações coordenadas entre Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública, Fundação Nacional do Índio (Funai), Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam) e órgãos de fiscalização como Ibama e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). No âmbito do MJSP também participam a Secretaria de Operações Integradas (Seopi) e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). 

“Um dos maiores desafios dessa região é diminuir o tempo de resposta no combate ao crime. As bases vão contar com estrutura de pessoal, helicópteros e equipamentos que permitam às forças de segurança e órgãos ambientais uma atuação mais célere. Atuaremos firmes, com estratégia, inteligência, integração e pessoal capacitado em uma dura resposta contra o crime”, afirma o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres. 

Inicialmente, serão instaladas seis bases que receberão profissionais das forças federais, estaduais e dos órgãos de fiscalização ambiental. A partir de alertas de recebidos de monitoramento realizados pelo Censipam, as equipes terão condições de oferecer uma pronta resposta ao desmatamento, por meio de polícia ostensiva e dos órgãos de fiscalização ambiental. 

As bases também intensificarão as ações de investigação, no intuito de identificar e responsabilizar os financiadores e mandantes de crimes ambientais, além de descapitalizar as organizações criminosas envolvidas. O Ministério ainda vai oferecer apoio logístico às forças de segurança estaduais para intensificar ações de combate aos crimes ambientais na região.  Além de combater o desmatamento e desmantelar as organizações criminosas, a operação visa cumprir os acordos internacionais firmados pelo Brasil na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as mudanças Climáticas (COP26), realizada na Escócia. 

Operação Guardiões do Bioma – Combate aos incêndios florestais: 

Em 2021, também coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, a primeira fase da Operação Guardiões do Bioma teve foco no combate aos incêndios florestais em 11 estados dos biomas da Amazônia, Cerrado e Pantanal.  Durante os cinco meses de atuação, mais de 6 mil profissionais da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Ibama, ICMBio, Corpo de Bombeiros Militares e Polícia Civil realizaram 3.461 ações preventivas, combateram cerca de 17 mil focos de incêndios e aplicaram 1.557 multas.  Além do Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Operação envolveu os Ministérios do Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, além das Secretarias Estaduais de Segurança Pública e de Meio Ambiente, e do Conselho Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil (Ligabom). 

Categoria
Justiça e Segurança


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

AMAZÔNIA TRATOR PEÇAS (ITAITUBA/JACAREACANGA)

Nós trabalhamos com peças para escavadeiras e tratores em geral. Prensamos mangueiras da marca manuli, onde somos autorizados, mangueiras originais. Somos a maior distribuidora de peças para Hyundai hoje do Brasil. (93)- 3518-4435/ 99126-8091.