O copiloto Kleiton Lima Almeida, de 39 anos, que morreu na queda de avião no Acre neste domingo (29), nasceu e morava em Itaituba, no sudoeste do Pará. Ele tinha se tornado pai há um mês, segundo a irmã, Gardeny Lima. Kleiton foi uma das 12 vítimas mortas durante o acidente, de acordo com o governo do Acre. A aeronave era pilotada por Cláudio Atílio Mortari, que, de acordo com suas redes sociais, era natural de São Paulo, mas também morava em Itaituba.  "Um bebê de um mês de vida. [Estamos] arrasados profundamente", declarou a irmã ao falar sobre a perda e o sobrinho, que nasceu recentemente. Kaio Ravi é o primeiro filho de Kleiton.

O avião era de pequeno porte e explodiu ao cair, logo após decolar, próximo à pista do aeroporto internacional de Rio Branco. O veículo era particular, da empresa ART Taxi Aéreo, e iria para a cidade Envira, no Amazonas. 

O advogado da empresa, Thiago Abreu, informou ao g1 que o piloto e o copiloto eram treinados. Segundo a Agência Nacional de Aviação, o avião estava em situação regular. De acordo com trabalhadores da empresa, Cláudio morava no Pará desde a década de 80. Na internet, moradores de Itaituba lamentaram a morte dos profissionais.  Pelas redes sociais de Kleiton era possível acompanhar suas atividades além da aviação. Ele compartilhava fotos de momentos agradáveis, em que praticava exercícios físicos e esportes, como andar de bicicleta ao lado da companheira, Anny Trindade, e treinar jiu-jítsu com os colegas e parceiros.

Fonte: g1 Acre 


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

estilo_uniformes

ESTILO UNIFORMES Fornecedor de fardas Uniformes Profissionais e Esportivos, Camisas promocionais, Abadás, Bordados e Pinturas em Camisas