Um empresário e sua esposa foram encontrados mortos na manhã desta sexta-feira (28), em uma comunidade na região da PA-370, planalto de Santarém, no oeste do Pará. A informação foi confirmada pelo diretor da seccional Urbana de Polícia Civil, delegado Germano do Vale. Francisco Iran Parente e a esposa teriam sido vítimas de assalto em um imóvel de propriedade da família, na comunidade Boa Esperança, na quinta-feira (27), e desde então estavam desaparecidos.

"As diligência foram iniciadas logo após a comunicação do desaparecimento do casal e quando a polícia já estava naquela região, chegou a informação de que os corpos do empresário e de sua esposa haviam sido encontrados em uma propriedade particular entre as comunidades Boa Esperança e Volta Grande. A gente, enquanto policial fica triste com esse tipo de acontecimento. Mas seguimos nas investigações para elucidar a motivação e autoria do crime", disse delegado Germano do Vale.

Ainda de acordo com o delegado, um jovem que teria dirigido o carro empresário, uma caminhonete que foi encontrada às margens da rodovia Santarém-Curuá-Una foi preso. Policiais civis de Santarém e Mojuí dos Campos, sob o comando do superintendente regional da PC, delegado Jamil Casseb, com auxílio de policiais militares do 35º Batalhão de Polícia Militar e Companhia de Policiamento Ambiental iniciaram as buscas nas primeiras horas da manhã de hoje, mas já encontraram o casal sem vida.

Segundo informações preliminares, o empresário era muito conhecido por andar sempre com grandes somas em dinheiro, e por emprestar dinheiro a juros. Peritos do CPC Renato Chaves e o veículo do Instituto Médico Legal (IML) foram para o local onde os corpos de Iran Parente e sua esposa foram encontrados. Os peritos fizeram levantamento do local de crime e o IML, a remoção dos corpos para necropsia.

Suspeito revela nome de suposto contratante de homicídios de empresário e esposa na região do planalto, em Santarém.

Em coletiva de imprensa na noite desta sexta-feira (28), o superintendente regional de Polícia Civil, delegado Jamil Casseb, confirmou que um dos suspeitos de participação nas mortes de um empresário e sua esposa, na região de Planalto da PA-370, em Santarém, oeste do Pará, confessou que teve a ajuda de um parceiro e revelou o nome do suposto mandante.

O nome do suposto contratante do duplo homicídio não será revelando ainda, pela polícia, para não atrapalhar as investigações. De acordo com as investigações, Erick Renan contou várias versões desde que foi localizado pela polícia após sofrer um acidente com o carro das vítimas em que o casal foi levado. Todas as informações estão sendo checadas pela polícia. O inquérito já foi aberto e as investigações serão aprofundadas para levantar se mais pessoas estão envolvidas no duplo homicídio.

"O suspeito contou que ele e um parceiro renderam as vítimas, fizeram buscas na residência, encontraram certa quantidade de dinheiro da qual se apropriaram. Levaram o casal até a fazenda no Guaraná onde executaram com vários tiros. Vamos aprofundar as investigações para levantar se há mais pessoas envolvidas nesse crime. Queremos saber se alguém tinha interesse na morte do casal. Já temos todos os nomes dos que participaram diretamente do crime, do suposto mandante e documentos apreendidos", contou Jamil Casseb.

Fotos: Reprodução Whatsapp

Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem