O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) realizou, durante os meses de junho e julho, as primeiras atividades do projeto de segurança viária “Fortalecendo a Fiscalização de Trânsito”, financiado pela ONU (Organização das Nações Unidas) e que investe na formação de multiplicadores e na melhoria operacional dos agentes de trânsito, contando com a supervisão e monitoramento da Comissão Econômica da ONU para a América Latina e o Caribe (Cepal).

Devido à pandemia do novo coronavírus, as ações precisaram transcorrer de maneira on-line e, como primeira atividade, foi realizada a avaliação das necessidades de capacitação, por meio de ferramenta específica elaborada com base em evidências internacionais. Até o momento, cerca de 50% dos agentes de trânsito que compõem o órgão responderam a um questionário, cujos resultados irão subsidiar as atividades de capacitação ao longo do planejamento. Serão 10 sessões de treinamento com a participação de todos os agentes de trânsito do quadro do Detran.

O foco dos treinamentos é melhorar a prática de fiscalização, principalmente no que tange aos fatores de risco para ocorrências de acidentes de trânsito como: beber e dirigir; excesso de velocidade; não uso dos equipamentos obrigatórios como o capacete e o cinto de segurança; uso do celular, etc.

A segunda atividade foi a elaboração de proposta de deliberação pelo Conselho Estadual de Trânsito (Cetran/PA) - parceiro do projeto, criando a Comissão de Análise de Dados, coordenada pelo Detran, com a finalidade de acompanhar e monitorar os indicadores selecionados para o projeto, como a taxa de mortalidade por 100 mil habitantes, taxa de mortalidade por 10 mil veículos e internações decorrentes de acidentes de trânsito.

Para o diretor-geral do órgão, Marcelo Guedes, o projeto é fundamental para a implementação e fortalecimento das ações do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (PNATRANS) 2019 – 2028. “Com este formato inovador de capacitação, baseado nas melhores práticas internacionais, temos como objetivo aumentar a visibilidade e frequência das operações de fiscalização de trânsito em todo o Estado”, destaca.

O Fundo das Nações Unidas para a Segurança Viária aprovou os primeiros projetos em 2019 como pilotos nos seguintes países: África do Sul, Costa do Marfim, Egito, Etiópia, Filipinas, Paquistão, Paraguai e Senegal. Em 2020, aprovou 10 novos projetos para: Argentina, Azerbaijão, Brasil, Camarões, Costa do Marfim, Jordânia, República Democrática do Congo, República Democrática Popular do Laos, Tanzânia, Tunísia, Uganda e Zâmbia. O projeto selecionado no Brasil é do Detran e foi escolhido dentre um conjunto de 73 projetos de 52 países e tem a duração de um ano, com financiamento de 321 mil dólares.


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

CASA DOS PADRÕES E ENERGIA SOLAR:

Está pagando talão de energia com valores exorbitantes? Quer pagar só a taxa mínima?Entre em contato com nossa equipe que está esperando para lhe atender.- Loja: (93) 99241-1288 – - Setor Técnico: (93) 99193-1288. - E-mail: casadospadroes.stm@gmail.com - Site: https://www.casadospadroes.com.br/energia-solar - https://www.instagram.com/casadospadroes.energiasolar/