Por volta das 21h40 da noite de segunda-feira (31), o jovem indígena Arlesson Glória Panhum da Silva, 21 anos, conhecido por Nena, que era filho da senhora Maria Raimunda Panhum e de Adriano Paiğo Munduruku, foi executado com 3 tiros em um bar que fica localizado as proximidades da Praça Cristina Ribeiro.

Arlesson Glória Panhum da Silva, “Nena”, segundo informações, estaria marcado para morrer, já que no mês de maio, o mesmo, junto com um primo sofreram um atentado na frente de sua residência.(Arlesson Glória Panhum da Silva, “Nena” e o primo Douglas Ribeiro Martins "Beto", 30 anos estavam em frente de uma residência, quando dois indivíduos em moto FAN vermelha, chegaram e dispararam contra os dois. Douglas Ribeiro Martins, foi alvejado e passou por cirurgia, atualmente se encontra recuperado).

Pessoas que se encontravam no bar no momento do ocorrido, informaram que o assassino chegou perto do indígena, e sem falar nada, disparou vários tiros, sendo que três teriam atingido a vítima. “Nena” foi socorrido e levado ao hospital de Jacareacanga, mas não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito. Depois de acionada, a Polícia Militar de Jacareacanga, esteve no local, onde realizou os primeiros levantamentos, para tentar identificar o autor dos disparos que ceifou a vida do jovem indígena. Ainda na noite do homicídio, a Policia Militar, caiu em campo e depois de algumas incursões, prendeu um jovem conhecido por André, que é acusado do assassinato do indígena.


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

CASA DOS PADRÕES E ENERGIA SOLAR:

Está pagando talão de energia com valores exorbitantes? Quer pagar só a taxa mínima?Entre em contato com nossa equipe que está esperando para lhe atender.- Loja: (93) 99241-1288 – - Setor Técnico: (93) 99193-1288. - E-mail: casadospadroes.stm@gmail.com - Site: https://www.casadospadroes.com.br/energia-solar - https://www.instagram.com/casadospadroes.energiasolar/