A bandeira tarifária cobrada na conta de luz dos brasileiros vai permanecer amarela em março, com custo de R$1,343 para cada 100kWh consumidos.  Em nota, a agência explicou que os reservatórios das hidrelétricas estão com volume reduzido, embora tenham ocorrido chuvas recentes nas bacias do Sistema Interligado Nacional (SIN). O valor extra das bandeiras é usado para custear o acionamento das usinas termelétricas, que custam mais para gerar energia. 
Criado pela Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta, principalmente, dois fatores: o risco hidrológico (GSF, na sigla em inglês) e o preço da energia (PLD). As bandeiras tarifárias funcionam da seguinte maneira. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração, sendo a bandeira vermelha a que tem um custo maior e a verde, o menor. A agência recomenda que, diante da cobrança da tarifa amarela, os consumidores façam uso consciente dos aparelhos elétricos e evitem o desperdício de energia.

Fonte: Agência Brasil


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

31ª EXPOAGRO DE ITAITUBA

Junior Ribeiro / Itaituba Pará
PARTICIPE DA 31ª EXPOAGRO DE ITAITUBA: As cartelas do 1º lote estão sendo vendidas por R$130, que dará direito a entrada nas 05 noites, prestigiar na pista todos os Shows, inclusive do Gustavo Lima, e concorrer 03 carros FIAT-MOBI e 02 prêmios de 15 mil reais.