A Polícia Federal identificou 18 pessoas que participaram do ataque contra equipes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) no município de Novo Progresso, no Pará, nesta segunda-feira, 7. As guarnições foram alvo de pedradas contra as viaturas, além de pedaços de pau que foram arremessados, disparos com fogos de artifício, baladeira e armas de fogo. Segundo a Polícia Federal, um inquérito foi instaurado e busca apurar e identificar outros autores do ataque contra os policiais rodoviários federais na BR-163, em Novo Progresso. A requereu pedido de prisão e busca identificar outros envolvidos. Antes que as viaturas se retirassem do local, armas de fogo foram apreendidas. No entanto, quando os veículos dos policiais saíram por causa dos ataques, foram efetuados disparos contra eles. Com o número de manifestantes maior do que o do efetivo policial, em uma escalada de agressões, os policiais passaram a ser alvo de tiros e atacados com rojões, pedras e objetos diversos. A fim de proteger a integridade física de todos, foi necessário o reposicionamento da equipe policial para o realinhamento das ações. A PRF segue no monitoramento de todas as rodovias federais do país, trabalhando pelo fluxo livre de veículos, notadamente a liberdade de locomoção, e na preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

Com informações Folha do Progresso.


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Amazônia Trator Peças

Junior Ribeiro / Itaituba Pará
Amazônia Trator Peças