Na tarde desta quinta-feira (6), os corpos das duas outras vítimas do acidente aéreo que provocou a morte do piloto itaitubense Lucas Lira, de 27 anos, foram entregues ao IML da cidade de Boa Vista, estado de Roraima. A informação foi apurada pelo Giro junto ao Jornal Folha BV.

Segundo informações, as autoridades locais informaram que os corpos foram removido por populares, possivelmente pessoas ligadas ao piloto itaitubense, sem a participação de nenhum órgão oficial. Os corpos foram identificados como sendo de Ademir da Silva e Agnaldo Rosa da Costa, ambos garimpeiros da região de Roraima.
Um dos corpos estava totalmente carbonizado, por isso foi identificado somente através da arcada dentária, o outro estava parcialmente queimado e foi reconhecido pela impressão digital. Ainda conforme informado, o voo decolou da Vicinal 9 da Vila Nova, situada a cerca de 40 Km da Vila Sumauma, em Mucajaí (Roraima) e caiu em uma serra localizada próxima a Pista do Rangel (Mucajaí/ RO).

À imprensa local tanto a Força Aerea Brasileira (FAB) como o Exército, informaram não terem sido notificados sobre o acidente. Com isso, à princípio acreditáva-se que as únicas vítimas eram os dois garimpeiros, uma vez que o corpo do piloto itaitubense não teria sido encaminhado para o IML de Boa Vista.

O corpo de Lucas Lira foi o primeiro a ser identificado, resgatado ainda na manhã de quinta-feira (6). A chegada em Itaituba aconteceu na tarde desta sexta-feira (7). O velório acontece no clube Emoções, localizado na Getúlio Vargas, Orla da cidade.

Fonte: Portal Giro


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem