Joacir Sousa Curuaia, garimpeiro de 28 anos de idade, não hesitou em confessar a autoria da agressão, de que foi vítima a companheira dele, identificada pelo pré-nome Daiane, e a cunhada (foto), que não teve o nome revelado. “Eu sou garimpeiro, moço; sou trabalhador. Quando cheguei, só soube da notícia. ‘Ela tava’ me traindo. 

Então, eu fiz; peguei o facão, amolei e fui pra lá. Bebi um pouco e fui tirar satisfação. Aí, eu cortei ela. A irmã dela meteu a mão e acabou sendo cortada também”, resume o agressor. Uma equipe de socorristas do Corpo de Bombeiros foi acionada par ao local e prestou atendimento pré-hospitalar à cunhada do agressor, que teve ferimentos pelo corpo. Daiane, a companheira, já havia sido conduzida ao hospital.

Uma guarnição da PM também foi mobilizada e encontrou o agressor ainda no local da ocorrência. Joacir Curuaia, que é indígena natural de Altamira, não esboçou reação. Ele foi detido e encaminhado, junto com a arma do crime para apresentação ao plantão da Delegacia Especializada de Atenção à Mulher (Deam), podendo ser autuado em flagrante por por tentativa de feminicídio.

Fonte: Portal Mauro Torres 

Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

CASA DOS PADRÕES E ENERGIA SOLAR:

Está pagando talão de energia com valores exorbitantes? Quer pagar só a taxa mínima?Entre em contato com nossa equipe que está esperando para lhe atender.- Loja: (93) 99241-1288 – - Setor Técnico: (93) 99193-1288. - E-mail: casadospadroes.stm@gmail.com - Site: https://www.casadospadroes.com.br/energia-solar - https://www.instagram.com/casadospadroes.energiasolar/