Ele não resistiu à transferência para um presídio da capital. O militar é acusado de matar o empresário Erivaldo de Moura Franco no último domingo (13), em um bar de Altamira.


A morte do cabo da Polícia Militar Clenilson Silva Mota foi confirmada pelo advogado de defesa do policial militar. Ele não resistiu durante o processo de transferência para o Centro de Recuperação Coronel Anastácio das Neves (CRCAN), em Icoaraci, distrito de Belém. Ele estava no Centro de Recuperação de Vitória do Xingu, a cerca de 50 km de Altamira, no Sudoeste paraense.

O militar teve a prisão decretada após matar o empresário Erivaldo de Moura Franco no último domingo (13), em um bar de Altamira. Durante a fuga, Cabo Mota foi surpreendido por um tiro efetuado por outro PM que estava à paisana. Ele foi atingido por cerca de três tiros, um atingiu a região da coluna e o cabo precisou ser internado no Hospital Regional Público da Transamazônica onde recebeu alta na última quinta-feira (17). 

Médicos da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária avaliaram o cabo antes dele ser transferido para o presídio. Clenilson chegou a ser levado para a enfermaria do Centro de Recuperação de Vitória do Xingu antes de seguir viagem à capital paraense. O casa segue sendo investigado pela Polícia Civil e a Corregedoria da Polícia Militar ainda deve apurar o caso tento em vista que outros policiais estão envolvidos no crime.

Fonte: DOL 


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

AMAZÔNIA TRATOR PEÇAS (ITAITUBA/JACAREACANGA)

Nós trabalhamos com peças para escavadeiras e tratores em geral. Prensamos mangueiras da marca manuli, onde somos autorizados, mangueiras originais. Somos a maior distribuidora de peças para Hyundai hoje do Brasil. (93)- 3518-4435/ 99126-8091.