Foi preso em Belém, um homem de 64 anos, suspeito de prometer supostos processos de adoção de criança ucraniana órfã de guerra. De acordo com a Polícia Civil, Auly Rosa de Paula é suspeito de obter 2 mil euros, o equivalente a cerca de R$ 10 mil, após enganar uma vítima do estado de Goiás, oferecendo facilitações na adoção. Auly foi preso no último dia 15 de junho, pelo Grupo de Repressão a Estelionatos e outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Gref-Deic), em ação conjunta dos policiais civis da Divisão de Repressão ao Crime Organizado da Polícia Civil do Estado do Pará.

Segundo a equipe de investigação, o idoso, tendo conhecimento de que uma mulher tinha vontade de ter um filho, teria afirmado à vítima do golpe, que estava na Europa ajudando jornalistas durante a cobertura da guerra com a Rússia, e que poderia ajudá-la com um suposto processo de adoção. Ainda de acordo com a polícia, Auly começou a trocar mensagens com a mulher informando que estava em uma cidade na Polônia fazendo a cobertura da guerra e teria alegado que os repórteres estavam ajudando as crianças que ficaram órfãs no processo de adoção.

Golpe: Assim que o suspeito recebeu o valor solicitado, ele sumiu e parou de mandar mensagens para a mulher. Foi então que ela se deu conta de que havia caído em um golpe e procurou a polícia. O idoso ainda chegou a falar para a vítima que não a responderia porque a suposta equipe de reportagem teve o equipamento confiscado. Poré, após investigação, foi descoberto que ele estava em uma praia da capital paraense. Após um longo trabalho de investigação, Auly foi localizado e preso. Segundo a polícia, ele já possui 20 passagens pela polícia por crimes como homicídio, roubo e ameaça. Agora ele deve responder por estelionato.

Com informações do Metrópoles


Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

Amazônia Trator Peças

Junior Ribeiro / Itaituba Pará
Amazônia Trator Peças