A polícia prendeu neste domingo dois homens suspeitos de serem os "Maníacos de Marituba",  acusados de envolvimento no desaparecimento de mulheres na Grande Belém. O caso vem chamando atenção da população, nas redes sociais. A operação chegou ao acusado através de denúncias anônimas e investigações em torno do desaparecimento de cinco jovens, sendo que uma delas, identificada como Samara Mescouto, desaparecida desde sexta-feira (10), foi encontrada morta em um terreno próximo ao local.

O acusado foi localizado na própria casa, na estrada da Pirelli, localizada em Marituba, Região Metropolitana Belém. Uma das vítimas é sobrinha do delegado Eder Mauro, que falou ao DOL sobre a operação que envolveu Policia Civil, DRCO e a Seccional de Marituba. 
Samara e Jennyfer foram duas das vítimas dos criminosos.
Samara e Jennyfer foram duas das vítimas dos criminosos. Reprodução

"Hoje pela manhã entramos na mata de Marituba desde as primeiras horas da manhã e encontramos calcinhas e roupas espalhadas. As vítimas eram atraídas para atividades e acabaram sendo estupradas e depois mortas", relatou.

As vítimas tinham em comum o fato de trabalharem realizando procedimentos estéticos. Elas eram contratadas para fazer os serviços na casa de um cliente, e marcavam o ponto de encontro em Marituba. Após saírem para o serviço, desapareciam.

Eder Mauro conta ainda como chegou aos envolvidos. "Localizamos uma moto e uma bicicleta e invadimos a cara de um dos acusados, que confessou os crimes e nos passou sobre o segundo suspeito. Os dois estão presos".
Nalanda está desaparecida desde a manhã do último sábado (11), quando saiu sozinha de casa na Cidade Nova 2, em Ananindeua.
Nalanda está desaparecida desde a manhã do último sábado (11), quando saiu sozinha de casa na Cidade Nova 2, em Ananindeua. | Reprodução/Arquivo Pessoal

Ainda sobre o caso, Eder Mauro encontrou um dos corpos das vítimas, do de Samara, atrás da casa de um dos acusados. "Encontramos um corpo aqui no local e já estamos no aguardo do IML para realizar o trabalho de remoção e investigar detalhes sobre o caso", completou. O delegado era tio de criação da jovem. Através das redes sociais, o governador do Estado, Helder Barbalho, comentou sobre a urgência de investigação do caso e comentou sobre a equipe da polícia que estava realizando diligências no local.

Entre as cinco garotas, uma segue internada no Hospital Metropolitano, outra está encontrada e duas seguem desaparecidas.

Fonte: DOL 

Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem