Na manhã desta terça-feira (4) mais uma vida foi tirada de forma trágica, uma jovem de 23 anos, identificada como Lídia Silva Carvalho, suicidou-se na residência onde vivia sozinha, localizada na Terceira Travessa, bairro da Paz, entre 1° e 2° ruas. Conforme o que foi apurado, a mesma foi encontrada pelo padrasto, por volta das 11h30, já sem vida, suspensa entre a sala e a cozinha da casa.

Segundo o que relatou padrasto, antes do corpo ser encontrado, um amigo de Lídia, identificado como Rafael, com quem a jovem estaria bebendo, juntamente com uma amiga, ainda na manhã desta terça, teria saído da casa da mesma e ao retornar, encontrou a residência fechada. Então chamou Lídia, mas não obteve resposta e, por pensar que estava dormindo, resolveu sair e ir embora.
Residência onde o corpo foi encontrado. (Foto: Alécio Freitas/ Portal Giro)

Em seguida, por volta das 11h30, o padrasto da jovem seguiu até a residência e quando olhou por um buraco da casa avistou o corpo de Lídia, por isso, arrebentou a porta e encontrou a mesma já sem vida. O padrasto ressaltou que a mesma bebia muito e sempre comentava com a irmã que acabaria com a própria vida.

"Chegou a ligar uma vez e disse que estaria indo para a casa da avó para se despedir", disse.  Em entrevista, o namorado de ​Lídia afirmou que havia conversado com a jovem durante a noite e na manhã desta terça e, pelas mensagens que a mesma enviou, parecia estar bem, mas dias antes teria ficado "ruim" devido precisar fazer comprar, em vista disso, o namorado teria feito as compras para a jovem.
Veículo do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves/ Instituto Médico Legal (IML). (Foto: Alécio Freitas/ Portal Giro)

"Ela ficou um pouco ruim por causa de compras, aí fiz umas compras para ela há três dias, estava de boa, estava tranquila, estávamos de boa. Ela mandou mensagem umas 11h da noite, 2h da madrugada, quando estava com uma amiga, às 5h da manhã enviei mensagem para ela e respondeu de boa", destacou. Profissionais do Instituto Médico Legal (IML) foram até o local e fizeram a remoção do corpo para realizarem os procedimentos periciais. O padrasto de Lídia foi até a 19ª Seccional de Polícia Civil de Itaituba para registrar um boletim de ocorrência sobre o ocorrido. 

Fonte: Portal Giro

Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem