Antônio Francisco Cruz de Oliveira, de 26 anos, foi preso pela Policia Militar na noite de domingo, 04|08|19, por volta das 22hs30min, acusado de estupro de vulnerável.

Antônio Francisco trabalha com um pula-pula na praça do Residencial Wirland Freire km 05. Neste domingo, 04, mais uma vez ele instalou seu pula-pula na praça do residencial, para alegria da criançada.

Segundo informações repassados ao repórter; Junior Ribeiro TV Record Itaituba pela avó da criança (menina) de 05 anos de idade, a senhora; Maria Geralda Araújo da Silva; Antônio Francisco, teria chamado a criança para brincar no pula-pula, depois teria levado a mesma para trás de um pano, e cometido ato. “Ela me contou, que ele esfregou suas partes nela, fiquei revoltada e quero justiça”, disse a avó da criança.

Dona Maria Geralda, disse ainda que, não é a primeira vez que Antônio Francisco comete esse tipo de crime. Segundo ela, o mesmo teria feito o mesmo com a filha de seu irmão, porém nesse caso o pai da criança não quis denunciar o fato a polícia. 

Após o suposto abuso a criança teria saído correndo para uma banca de churrasco de seu tio, e relatado o acontecido, todos ficaram chocados com o relato. Dona Maria Geralda, foi avisada pelo irmão do acontecido, foi quando ela ligou para a Policia Militar, que prendeu; Antônio Francisco no Bairro da Paz quando estava jantando. 

Em entrevista ao repórter Junior Ribeiro da TV Record Itaituba; Antônio Francisco negou o crime. Ele disse que, que estava desmontando o pula-pula, pois já era mais de 10 horas, pediu para as crianças que estavam brincando saísse que ele já iria desmontar o pula-pula, “essa menina estava resmungado para sair, pois teria chegado a pouco tempo no local”. Depois de vários pedidos a criança deixou o local, e depois ele ficou sabendo que ela tinha dito ao tio que ele teria abusado dela. Antônio, disse ainda, que, a família da criança teria uma dívida com o mesmo, ele teria emprestado seu carro para um membro da família, e o mesmo teria batido o carro e não pagado os prejuízos, disse que por isso estão lhe acusando. “Eu não fiz isso não, tinha várias pessoas no local quando pedir para ela sair, tinha muita gente lá, sou trabalhador, não abusei dela não”, afirmou Antônio.

Na manhã desta segunda feira, 05, o conselho tutelar foi acionado pela polícia civil para acompanhar o caso. A criança acompanhada pela avó e pela conselheira tutelar Maria da Paz, foi levada há clínica particular da cidade, onde passou por exames. Em conversa superficial com a conselheira, o médico disse que não houve penetração, porem as partes da criança aparentemente teria sido tocada, apenas o exame detalhar o que aconteceu. Maria da Paz, disse que, o conselho vai continuar acompanhando o caso.

Antônio Francisco, está preso na carceragem da 19ª Seccional Urbana de Policia Civil, deverá ser levado para audiência de custodia. O caso está sendo presidido pela delegado Ricardo. Se comprovado o abuso Antônio Francisco seja enquadrado no art. Da lei penal 217-A. Ter conjunção carnal ou praticar atos libidinoso com menor de 14 anos. Pena de reclusão, de 08 a 15 anos. 

Fonte: Junior Ribeiro - TV Itaituba Record Digital 




Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

CASA DOS PADRÕES E ENERGIA SOLAR:

Está pagando talão de energia com valores exorbitantes? Quer pagar só a taxa mínima?Entre em contato com nossa equipe que está esperando para lhe atender.- Loja: (93) 99241-1288 – - Setor Técnico: (93) 99193-1288. - E-mail: casadospadroes.stm@gmail.com - Site: https://www.casadospadroes.com.br/energia-solar - https://www.instagram.com/casadospadroes.energiasolar/