DELEGACIA DE RURÓPOLIS
A Polícia Civil do Pará registrou, nos últimos dias 15 e 17,deste mês, no município de Rurópolis, sul do oeste do Pará, três ocorrências de violência doméstica. Foram autuados Laércio Vidal Nogueira, José Valdiney de Oliveira Freitas e Cláudio César Rodrigues Primo.
Nos três casos, os agressores estavam apresentando sinais de embriaguez quando praticaram o crime. Segundo o delegado Ariosnaldo Vital, os fatos são preocupantes, porque as ocorrências estão frequentes no município, mas todos os rigores da lei estão sendo aplicados para combater esse tipo de crime, explica. “As medidas protetivas em favor da mulher ao serem solicitadas são imediatamente encaminhadas, apreciadas e decretadas pelo Poder Judiciário e no caso de sua violação ou inobservância é decretada a prisão preventiva. Num dos casos, um agressor foi preso por quebra de medida, na semana passada e transferido para o Presídio de Itaituba”, ressalta.

O delegado explica, que na última quinta-feira (15), José Valdiney de Oliveira Freitas ,foi autuado por praticar o crime de violência doméstica, contra sua companheira Lorrelayne Melo de Oliveira. Após a guarnição da Polícia Militar ser acionada por populares onde informaram que na rua 10 de Maio bairro Centro, um homem estava agredindo fisicamente sua esposa, de imediato a equipe partiu em diligência para o local indicado, localizado no município de Rurópolis no Pará. 

"Chegando ao local, residência onde o crime ocorria, surgiu um homem que ao avistar os Policiais, retornou para dentro da casa, e logo em seguida apareceu Lorrelayne Melo de Oliveira, chorando". A vitíma informou que o seu esposo havia lhe agredido fisicamente, em seguida a vítima abriu a porta da casa e os policiais adentraram no local e na cozinha encontraram o autor do crime, dando vóz de prisão o qual não reagiu. O acusado estava aparentemente alcoolizado ou sob efeito de entorpecentes, ressalta.

Já no último sábado (17), por meio de denúncia anônima pelo, disque denuncia 181, uma mulher informou que seu companheiro, Laércio Vidal Nogueira estaria alcoolizado, quebrando tudo dentro de casa, ameaçando-a de morte e que teria lhe agredido, fato este ocorrido na rua São Paulo localizada no bairro Bom Jardim.

Segundo o delegado, diante de tal situação, de imediato os policiais civis partiram em diligência para o local, e ali chegando encontraram a vítima que se identificou como Elza Costa Anunciação, informando que o agressor estaria dentro da casa. Na ocasião os policiais adentraram no local, deparando-se com o acusado, que ainda estava agressivo, e já havia quebrado os objetos do interior da residência, de imediato foi dada voz de prisão contra o acusado, que, reagiu violentamente tentando agredir fisicamente os Policiais, gritando para tirarem sua algema, que ele iria "moer" os Policiais na porrada. 

No mesmo dia, sábado (17), os policiais civis foram acionados, via telefonema para a Companhia Policial, por uma mulher de nome Ivete, a qual informou que, em uma casa, localizada no bairro Serraria na rua Sérgio Mota ,um homem teria invadido a residência de uma parente, e havia agredido fisicamente Antônia Monteiro Portela, além de ter quebrado objetos da casa, o acusado estaria ainda, ameaçando uma criança. 

Conta o delegado, que de imediato os policiais seguiram para o local indicado e ali chegando, conversaram com Antônia, a qual informou que o seu namorado conhecido por "Fábio", estava alcoolizado e teria chegado na residência dela, e ali lhe agrediu fisicamente com um tapa no rosto, ameaçando-a de morte. Na ocasião a vítima correu para a casa de sua mãe, bem em frente de sua casa, o acusado seguiu Antonia e enseguida quebrou o portão da casa de sua mãe, adentrando no local para continuar as agressões, foi quando o sobrinho de Antonia interferiu e impedido que o acusado continuasse as agressões.

O acusado fugiu do local, porém insistiu com as ameaças, telefonado para a vítima da casa de um amigo, ocasião em que os policiais, acompanhados pela vítima, seguiram em diligência até o bairro Aeroporto a procura do agressor, obtendo sucesso na localização do acusado, que estava caminhando em via pública, sendo detido, pelos policiais, e dada voz de prisão.

Os acusados foram conduzidos pelos policiais da 17ª Companhia Independente de Polícia Militar (17ª CIPM), que atenderam o estado emergencial das vítimas e os apresentaram à delegacia onde ficarão detidos para as devidas providências legais. As ações policiais foram realizadas pela Polícia Civil de Rurópolis, em conjunto com a Polícia Militar da 17ª CIPM, composto pelo soldado Rodrigo Danniel Pereira Ferreira, o cabo Nascimento e os soldados Peretto e Colares.

Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

CASA DOS PADRÕES E ENERGIA SOLAR:

Está pagando talão de energia com valores exorbitantes? Quer pagar só a taxa mínima?Entre em contato com nossa equipe que está esperando para lhe atender.- Loja: (93) 99241-1288 – - Setor Técnico: (93) 99193-1288. - E-mail: casadospadroes.stm@gmail.com - Site: https://www.casadospadroes.com.br/energia-solar - https://www.instagram.com/casadospadroes.energiasolar/