Em reunião que aconteceu na manhã desta quarta-feira (22), no paço municipal, o prefeito de Itaituba Valmir Clímaco, juntamente com representantes dos órgãos de trânsito e vereadores, na presença de dezenas de taxistas e mototaxistas, afirmou que a prefeitura irá solicitar a regulamentação de motoristas e dos aplicativos de mobilidade urbana que atuam em Itaituba.

A reunião foi organizada pelas lideranças dos taxistas e mototaxistas, que pediam providências da prefeitura alegando que os motoristas de aplicativos não pagam impostos. Além disso, eles também pediram o controle sobre a quantidade de motoristas cadastrados nos aplicativos, afirmando que já sentiram a redução no número de corridas, também classificaram como concorrência desleal, tendo em vista o valor praticado pelos aplicativos, que cobram a partir de R$ 8,00.

Em respostas, Valmir Clímaco disse que concorda com a atuação dos aplicativos na cidade, porém, que os mesmos se regularizem dentro dos órgãos. Ele afirmou ainda que uma lei precisa ser criada e aprovada pela câmara, as empresas precisam ter CNPJ, os carros precisariam ser cadastrados e vistoriados e que os motoristas paguem alvarás para trabalharem.

“Do jeito que está aí a gente não vai permitir, está irregular, ilegal. Nós vamos comunicar eles, para que se regularize, que é normal, eu acho que tem que ter, toda cidade já tem, pra gente liberar. Não podemos permitir é que todo mototaxista, taxista, tão pagando suas taxas, regularizados, vistoriados, e eles, sem nenhum controle, aí na rua. Vamos dar um prazo para eles se regularizarem.” disse o prefeito.

O Giro conversou com Sena, gerente do DETRAN, que afirmou que o órgão irá reunir com os proprietários dos aplicativos para discutir a situação, nessa reunião, que deve acontecer o mais breve possível, será estipulado o prazo para regulamentação, além de informar sobre as documentações necessárias. Sena também disse que os aplicativos não serão proibidos de atuarem na cidade, mas precisam ser regulamentados.

Alisson, proprietário do aplicativo Urbano Norte, explicou que a atuação é feita de forma legal e que cabe a prefeitura criar a lei para regulamentação. “Feito o decreto municipal vamos nos regulamentar. Não podemos trabalhar em cima do decreto que o prefeito falou na entrevista porque não existe nenhum ainda. Ainda estamos trabalhando legalmente sobre a lei federal e a prefeitura não pode proibir que o app trabalhe.” disse Alisson.

Fonte: Portal Giro

Post a Comment

Se identifique e deixe seu comentário com responsabilidade!!!

Postagem Anterior Próxima Postagem

CASA DOS PADRÕES E ENERGIA SOLAR:

Está pagando talão de energia com valores exorbitantes? Quer pagar só a taxa mínima?Entre em contato com nossa equipe que está esperando para lhe atender.- Loja: (93) 99241-1288 – - Setor Técnico: (93) 99193-1288. - E-mail: casadospadroes.stm@gmail.com - Site: https://www.casadospadroes.com.br/energia-solar - https://www.instagram.com/casadospadroes.energiasolar/